Falta de Poesia?

Um dia desses no metrô comecei a observar. Um silêncio mortal. Seres comunicativos como nós, tão incomunicáveis, tão instrospectivos. Depois disso me peguei pensando na falta de poesia, na falta de magia em quase tudo hoje.

É sempre uma pressa. Cada um tem o seu mundo… e acabamos vendo tantos caminhos divididos, tantos corações partidos. Talvez por não saber…

Mas nem tudo está perdido, eu acredito. Talvez, alguma coisa se perca sim. Estamos sempre perdendo alguma coisa. Desde moedas até amores. Quanto preferível é perder moedas…

Mas também continuamos, e seguimos, e tentamos. Mesmo errando, tropeçando. Às vezes decidimos não pedir informação quando estamos perdidos no caminho e não encontramos o endereço.

Aí continuamos gastando tempo, gasolina e paciência…

Continuamos passando pelos mesmos lugares várias vezes.

Continuamos na repetição de uma vida que vira rotina e nos mata. Continuamos com o som ligado, bem alto, e continuamos errando.

Erramos em associar a morte apenas com o fim da vida. E nos frustramos porque não vivemos…

Mas morrer é não dar sentido à vida. Morrer é viver do quase. Como uma frase escrita por alguém que disse brilhantemente que “… é o quase que incomoda, que entristece, que mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi…”

Tudo que poderia ter sido…

O quase também é morte. E morte é não viver… mesmo estando vivo.

Morte, é falta de poesia…

Enquanto isso…

Continuamos gastando tempo, gasolina e paciência…

Continuamos passando pela mesma estrada… mesmo que esburacada…

Continuamos seres comunicativos incomunicáveis…

E continuamos quase vivendo…

By Neo

Anúncios

11 pensamentos sobre “Falta de Poesia?

  1. sempre pelo ‘quase’.
    que palavra mais limitadora, não?!

    enfim…
    a falta de poesia é o comum.
    As preocupações e responsabilidades de um dia repleto de afazeres, nos roubam qualquer magia!

    sábios são os que ainda conseguem conciliar isso.
    ;*

  2. Indo…
    Há muito tempo não vejo as pessoas viverem de fato…
    Tantas guerras,tanto ódio,tantas mortes e por aí vai…
    Não estamos vivendo,estamos sobrevivendo…
    Levamos nossas vidas como se vivessemos isolados,sozinhos.Até que chegará um dia que tal fato se concretizará.

    bjo lindo

  3. tudo que você disse tem um sentido muito grande em minha vida

    bem muito legal o seu blog…
    e tb obrigada por me dar as boas vindas, vc vai para a minha listinha de pessoas que foram legais comigo no começo!

    a e eu vou te add no blogroll
    espero q n se importe

    ah e é um alívio saber que a falta de criatividade repentida acontece com todos até com os mais experientes…

    achei que eu era a unica lesa do mundo que n conseguia escrever nd as vezes!
    bem vlw ai
    beijos

    http://www.voandoporai.wordpress.com

  4. O que me marcou mais foi o lance dos corações partidos. Às vezes, estamos por aí, passando por pessoas que estão destruídas emocionalmente… e elas simplesmente passam por nós. Num segundo que temos, apenas, de interagir com elas, mas escolhemos seguir… Muito interessante o post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s