Razão e Vida…

De repente foi como se o mundo se desprendesse de suas mãos. Tudo que significava segurança e afeto iam se perdendo em um piscar de olhos e ele já não sabia mais o que fazer. Foi tomado por uma sensação estranha, uma saudade nunca sentida antes, uma perda que nem era tão fatal assim, mas que soava como perda gradual e ele via que seu bebê, aquele ‘serzinho’ que ele segurou tantas vezes em seu colo e fez dormir, inventando canções de ninar, assovios contidos, tapinhas nas costas e uma paz tão profunda.. estavam se perdendo. Se perdendo não, mudando de intensidade.

Ela agora crescia, tornava-se independente, dormia fora de casa e fazia festa com tudo, mesmo que ele não participasse do que acontecia. Ele percebeu e sentiu que doía muito a evolução da vida, a mudança de fases e as conquistas que seu ‘bebê’ vivia e descobria a cada dia. A única coisa que ele tinha certeza é os olhinhos dela brilhariam novamente assim que o vissem e ela diria novamente… papai!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Razão e Vida…

  1. Pingback: tapinhas.net » Blog Archive » Razão e Vida…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s