Ferrugem…

estacao01

Mera luz que invade a tarde cinzenta e algumas folhas deitam sobre a estrada.

O frio é o agasalho que esquenta o coração gelado quando venta movendo a água abandonada.

Restos de sonhos sobre um novo dia. Amores nos vagões. Vagões nos trilhos.

Parece que quem parte é a ferrovia, que mesmo não te vendo, te vigia. Feito mãe que dorme olhando os filhos com os olhos na estrada.

E no mistério solitário da penugem, vê-se a vida correndo parada, como se não existisse chegada…

Na tarde distante

Ferrugem

Ou nada…

By Djavan

Anúncios

4 pensamentos sobre “Ferrugem…

  1. Pingback: Sonhos Online » Blog Archive » Ferrugem…

  2. Vim matar a saudade
    “E no mistério solitário da penugem, vê-se a vida correndo parada, como se não existisse chegada…”
    Ahhhhhh (suspiros)…
    onde está a chegada??
    beijão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s