O Segredo

Um barulho distante fez com que ele despertasse do sono já perturbado daquela madrugada. Sentado na beira da cama, olhando para o nada, já não sabia se o que o fizera acordar era real ou fazia parte dos pesadelos daquela noite. O calor tomava conta do lugar. Tinha adormecido com toda sua roupa, tamanha exaustão quando chegou em casa naquela noite. Apalpou a cama em busca do celular pra saber as horas e não encontrou. Esperou mais um pouco pra que os olhos se acostumassem com a escuridão do quarto pra levantar e decidir o que fazer dali pra frente.

Lembrava-se que fugira, tinha corrido quadras inteiras e só agora percebia o sangue em sua perna. Não sabia como havia chegado até ali. Certificou-se de que o segredo que ele protegia estava a salvo. Sim, estava com ele. Porém, ali em sua casa ele era alvo fácil. Quem o perseguia, com certeza tinha monitorado seus passos e logo chegaria até ele. Tinha esta sensação de que a perseguição não terminara.  Alguém o vigiava e ele teria que usar tudo o que seu treinamento e observação já havia ensinado ao longo dos anos neste trabalho. Proteger algo ou alguém era tudo que ele sabia de melhor.

Já com a visão acostumada à escuridão do apartamento levantou-se e foi tomar um banho pra despertar e calcular os próximos passos. Ficou perturbado e aliviado ao saber que o sangue em sua perna não era seu, mas o banho foi reconfortante. “Planejamento, planejamento…” latejava em sua cabeça na mesma intensidade de uma enxaqueca insistente. Deitou-se novamente e pegou no sono. Não fazia nem meia hora quando uma explosão de luzes tomou conta do quarto onde estava. Surpreendido pela claridade e o barulho em volta sentou-se na cama e abriu os olhos com dificuldade.

Foi quando enfim despertou sem entender nada do sonho que acabava de ter e constatou aliviado que estava de frente pra uma janela que acabava de ser aberta para a visão mais espetacular que se poderia ter de um domingo de sol…

Neo

Anúncios

10 pensamentos sobre “O Segredo

  1. Boa tarde!!
    Obrigado pela visita.
    Engraçado, sempre via seus comentários também e até me instigava a procurar, mas é que são tanto blogs que tem horas que enlouqueço. Mas estarei de olho a partir de agora. Abraço perfumado

  2. Que delícia de texto, ein?

    Obrigda por ter me linkado, fique à vontade.
    Mesmo achando o teor de seus textos bem mais interessantes que os do meu ^^.

    Voltarei por aqui mais vezes, ok?
    Beeejs
    ;**

  3. Ufaa!
    Que delícia, ein? Rs…

    Sobre ter me linkado, obrigda!
    Mesmo achando seu blog com um nível de assunto mais interessante que o meu. Mas, se quiser acompanhar, fique a vontade.
    Voltarei por aqui mais vezes, ok? =)

    Beeejs
    ;**

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s