Distante Calma

No giro do planeta eu me encontro só, procurando a estrela dos perdidos pois acredito em sonhos, não em pedras. Entre velhos, pobres e vencidos ainda resta esperança e mágica que fala pelos olhos dos aflitos.

Um homem em pedaços hoje adormeceu suportando a séculos de dor, mas acredito em sonhos, não no tempo atravessado pela flamejante estrada. Pois é preciso aliviar a culpa e espalhar as cinzas pelo vento…

Que venha a luz das estrelas…

Que venham sonhos da distante calma dos campos celestiais sobre nós…

_________

By Neo

Citando: Pedro Camargo Mariano

Anúncios

3 pensamentos sobre “Distante Calma

  1. “Que venha a luz das estrelas…
    Que venham sonhos da distante calma dos campos celestiais sobre nós…”
    Quem venham mesmo… estou a espera
    Tem selinho pra vc lá no blog
    beijão

  2. “A estrela dos pedidos”. Andava precisando ler isso, ao final de tudo e em tudo sempre resta-nos os sonhos, as estrelas cadentes ou a primeira a ser avistada para que possamos fazer pedidos. Ando fazendo pedidos de amor, creio que ele poderia acalmar outras coisas da minha vida.
    Amei.
    Abraço perfumado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s