Reticências…

“Vamos sair, já não temos mais dinheiro, os meus amigos todos estão procurando emprego. Voltamos a viver como há dez anos atrás e a cada hora que passa envelhecemos dez semanas… já entregamos o alvo e a artilharia. Comparamos nossas vidas e mesmo assim não temos pena de ninguém… “

Em um dos comentários anteriores, a amiga queridíssima Laura me deixou trechos de uma canção que gosto muito. Teatro dos Vampiros, escrita e interpretada por Renato Russo, retrata pra mim uma realidade que, apesar dos anos, continua tão atual que chega a sangrar. Até já pensei em publicar esta letra aqui, mas sempre temi que ela mostraria uma face pessimista demais até para mim, que sempre acabo escrevendo num tom cinza as impressões que tenho…

Há quem diga que estou meio perdido, que estou muito sério. Eu diria que apenas ando um pouco mais introspectivo que o normal. Deve ser uma fase. Mas tem rendido muitos pensamentos e “filosofadas” que preenchem muitas linhas. Diria, talvez, que tenho observado coisas com olhos mais críticos. Considero cada acontecimento como um tijolo que preenche uma parede em construção. Não sei dizer se sou a parede, ou se apenas assisto a construção. As vezes escrevo em primeira pessoa, outras vezes em terceira. Mas tudo não passa de impressões. Coisas acumuladas, assistidas, pensadas, viajadas e vividas. Nem sempre o que escrevi aconteceu de fato. Ou pelo menos nem sempre comigo. Outras sim, aconteceram, marcaram, magoaram ou trouxeram muita alegria. Sempre deixando algo. Interessante que quando a gente começa a observar coisas e pessoas, acaba se percebendo no meio de um tiroteio de olhares, gestos, expressões, palavras e diálogos soltos… e quando a gente menos espera, está envolto nesta nuvem de coisas, de vida, de medo, de gente. É legal. Observar, fazer parte, ler… ou apenas ver.

Eu até gostaria muito de saber escrever sobre coisas mais amenas, sobre humor, sobre observações da vida de um ângulo mais leve, colorido e pontilhado de uma brisa com cheiro de flores. Mas as palavras que traduzem minhas impressões acabam pontuadas de cinza e negro. Não que isso tenha que significar um estado de espírito. Nem sempre. Mas sempre serão alusões, pontuações de impressões escritas com muita vírgula, ponto final e reticências…

__________

Neo

Anúncios

14 pensamentos sobre “Reticências…

  1. ou Laura, xD

    na verdade, eu acredito que a inspiração é bem mais forte quando estamos meio tristes, meio cansados, ou apenas meio meio..
    não alegres.. a alegria é uma coisa que queremos viver intensamente e quando acaba, parece que foi tão rápido que não é possível revivê-la, de forma que não há tempo de escrever esse sentimento
    a tristeza não, a tristeza fica e parece querer ficar pra sempre… por isso é mais fácil falar dela!

    não sei se está certo tudo isso, mas é assim que sinto!

    ah! e obrigada por me citar xD

  2. “A primeria vez, sempre a última chance ” (…)”Passamos a viver como há dez anos atrás e a cada hora que passa, envelhecemos dez semanas” (…)”Você me veio com um sonho bom. Eu me assustei. Não sou perfeito”(…)”De pensar nisso tudo”(…)”Tive medo e não consegui dormir”(…)”Vamos sair (…)esquecer essa noite” (…)

    Praticamente um resumo da minha vida.
    E quanto ao que escreve,
    sendo o que te toca e o que te motiva. Que bom que é intenso. Sinal que não você não passa superficialmente pela vida.
    Você vive…

    Vim, li e gostei.

  3. Olá, estou passando pra agradeçer a visita. Que bom que gostou e, claro, sinta-se a vontade pra voltar quando quiser, será sempre be-vindo.

    O importante é escrever o que sente, o seu jeito de ver e viver o mundo, as cores são importantes mesmo quando em tons mais escuros. Cada rabisco que a gente faz é uma extenção do que fomos, somos ou ainda seremos. Afinal é entre as virgulas, pontos e reticencias que moram nossas almas!

    bjus

  4. Cada um de nós deve ter um dom, infelizmente [ou felizmente] o dom de alguns é amenizar a dor de outros atravéz de palavras, palavras essas que são refugio para muitos, e mesmo que não falem de coisas boas ou amenas, elas simplismente entendem, e fazem sentir, se fazem compreender.

    E para aqueles que escrevem serve de desabafo, e como já comentado, escrever o que não é você é logicamente falso, e como também já comentado, todas as cores fazem parte do colorido, inclusive o cinza e o preto.

    E como comentário pessoal eu adiciono que você é uma pessoa que eu admiro muito e um dos meus blogeiros preferidos, um blog que está nos meus favoritos e que eu nunca deixo de ler, como eu disse suas palavras se fazem entender, e me fazem sentir, e me compreendem, mesmo sem você sequer entender…

    (acho que agora eu compliquei!)
    hehehehe;

    mais é isso Neo, nunca pare, seja sempre você
    E como vc mesmo disse, pode ser só uma fase.
    Mais nunca se esqueça que são as fases que fazem um ser humano inteiro e completO!

    BEIJOS
    (nossa, escrevi um texto )

  5. Uma fase, certeza que é.
    O cinza, o negro, eles também fazem parte das cores de uma vida, não tem como fugir disso. Somos o mundo. Um mundo de coisas, como você sugeriu. É normal. Não pensa tanto no assunto e quando pensar que seja para decidir. As coisas nos atingem, sim, mas só o quanto permitimos.

    Bjs, Neo.

  6. mas acho que, apesar de às vezes tratar de assuntos pesados, vc tem a leveza do otimismo. não aquele otimismo idiota pollyanesco, um otimismo do coração do bem.

  7. Escrever sobre o que não se sente é a mesma coisa que comer macarrão sem queijo ralado. Não tem sentido. Se tu te sentes assim escreva sobre isso. Sai tudo mais sincero e verdadeiro. E não existe nada de errado em ver as coisas dessa forma. Oba-oba, felicidade instantânea e constante, nunca foram boas pra ninguém.

    Matheus

  8. rsrsr…….estou atenta !!!! ahhh então responde, é legal……..
    Diria que estamos sim em um grande tiroteio, tudo ao nosso redor tem respostas rápidas e nem sempre estamos preparados…….momento de aprender com as coisas boas, e de revisar valores, conceitos pré concebidos……sempre acabamos encontrando alguma resposta. beijão e otima semana p voce

  9. Então cara voce diz que queria escrever sobre coisas amenas e tal, mas pelo que eu entendi para voce não seria real, seriam coisas fakes, então continue escrevendo o que voce gosta e o que voce sente, valeu pela visita em meu blog, abrass

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s