Corda-bamba

Enquanto os dias passam lentamente,
tento acostumar-me
com sua ausência em minha rotina.
Enquanto os ponteiros do relógio
traçam movimentos constantes, 
me equilibro
na corda-bamba da vida.
Vontade de pender pro lado,
ventania empurrando ao outro.
De um lado pro outro,
um passo de cada vez…
Hoje tão bamba a corda,
amanhã, talvez.

Alane.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Corda-bamba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s