Cedo…

Sempre se levantava cedo. Naquela dura rotina que o trabalho lhe impunha ainda havia a distância. E que distância. Para vencê-la era preciso acordar muito mais cedo do que ele gostaria, e aquela roda-viva diária já tinha ficado chata fazia muito tempo.

Ainda bem que ele aproveitava em sua simplicidade tudo que poderia ser aproveitado daqueles momentos. Ele era simples, não porque morava longe ou tinha um emprego simples, mas porque acreditava que a vida lhe seria melhor assim. Com esta idéia na cabeça e muitos sonhos nas mãos ele conseguia ver o dia amanhecer e notava que pouca gente fazia isso. Achava a coisa mais linda o sol aparecendo aos pouquinhos com aquele brilho amarelado. Ele ficava admirado sussurrando “que lindo!” e quem passava perto olhava pra ele torcendo o nariz, talvez achando que fosse louco.

Para ele não importava, desde que pudesse continuar vendo coisas tão belas como estas, ele simplesmente sorria e seguia em frente…

___

Neo

Anúncios

3 pensamentos sobre “Cedo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s