Fantasmas…

Tudo que deveria ter sido e ainda não foi volta de vez em quando entre os meus fantasmas e me assombram as vezes por manhãs, tardes e noites inteiras. Como na história da minha amiga Insone, aquele aperto no coração, as quinze pra meia noite que te deixa com o coração apertado e os olhos fechados tentando encontrar o ar que se perdeu dos pulmões.

Nada demais, nada através, nenhum desespero aparente. Mas este dia frio me faz querer me esconder. Não aquele esconderijo do pique-esconde, mas me esconder deste ritmo alucinante da vida, me esconder das cobranças dos outros… e as minhas próprias…

Ainda consigo…

________

Neo

Anúncios

Um pensamento sobre “Fantasmas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s