Sobre Perdão, Chances e o Tempo

Ainda pior que a convicção do não e a incerteza de um talvez é a desilusão de um quase…

É o quase que me incomoda

Que me entristece

Que me mata

Trazendo tudo que poderia ter sido e não foi…

Quem quase ganhou ainda joga

Quem quase passou ainda estuda

Quem quase morreu está vivo

Quem quase amou, não amou…

Pros erros há perdão

Pros fracassos, chance

Pros amores impossíveis, tempo…

Gaste mais horas realizando que sonhando

Fazendo, que planejando

Vivendo, que esperando

Porque…

Embora quem quase morre esteja vivo

Quem quase vive já morreu…

________

Trechos de “Quase”, de Sarah Westphal.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Sobre Perdão, Chances e o Tempo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s