Make the Diference…

Navegando nesta grande rede me deparei com uma história chocante de superação e garra. Mais uma dessas histórias que mostram que quando a gente se junta, tem uma força imensa. Mostra que quando nossa força vira ação, somos capazes de muita coisa, somos capazes até mesmo de chamar a atenção de quem pode mais. De quem pode ajudar. Talvez você até já tenha visto esta história, mas achei que deveria compartilhar aqui.

Panyee FC, um time de futebol criado em 1986 por crianças em uma vila flutuante na Tailândia, fez algo impensável. A história acabou dando origem a uma campanha publicitária do banco Thai Military Bank, chamada “Make the Diference”, em português “Faça a Diferença”.

Segue abaixo uma tradução livre do depoimento no vídeo:

….

Na ilha onde vivemos todos gostávamos de futebol, mas ninguém jamais havia jogado. Vivemos em uma pequena aldeia flutuante, onde é muito difícil encontrar espaço. Os únicos esportes praticados aqui são a corrida de barcos, ou então contar histórias sobre o tamanho dos peixes pescados. Um dia um dos meninos teve uma idéia: ele sugeriu que formássemos nosso próprio time. Quando as outras aldeias ouviram o plano, acharam ridículo. Percebemos que eles estavam certos. Não tínhamos lugar pra jogar e nem mesmo para treinar. Tínhamos a equipe, mas não o campo, e isso era um problema por causa do lugar onde vivemos. Teríamos que criar nosso próprio espaço.

Então, começamos recolhendo madeira velha em torno da aldeia. Amarramos algumas jangadas de pescadores em conjunto e trabalhamos muito depois das aulas para finalizar a construção do campo flutuante. Depois de muito trabalho, tínhamos o nosso próprio campo. Ele era instável e tinha muitas pontas de pregos em todos os lugares. A bola caiu na água muitas vezes, assim como nós. Então aprendemos a jogar em uma superfície molhada e escorregadia.

Numa certa manhã um garoto veio trazendo um panfleto do continente. Era sobre um torneio de um um dia. Não sabíamos se éramos bons o suficiente pra entrar, mas decidimos que participaríamos de qualquer jeito. Chegamos no torneio muito nervosos, mas conforme jogamos percebemos que íamos bem. Nossas habilidades tinham se desenvolvido no campo de madeira e as grandes traves eram um alvo muito mais fácil do que nossos pequenos gols. Então chegamos à semifinal. Neste jogo começamos mal. Chovia muito e nossas chuteiras se encheram de água e isso nos atrapalhava. Depois de um tempo ruim, precisávamos fazer algo, então tiramos nossas chuteiras e começamos a jogar melhor, marcando 2 gols e igualando o placar, mas um gol no último minuto deu a vitória ao outro time. Ficamos desapontados, mas felizes por termos ido tão longe. E o restante da vila estava orgulhosa de nós. Depois disso, o futebol virou o passatempo número um. Também foi construído um novo campo liso que não tem pontas.

O clube que eles começaram é agora considerado um dos melhores times de futebol do sul da Tailândia. Eles são Campeões da Juventude de 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010.

Qualquer que seja o desafio da vida, se você acha que pode fazer a diferença… dizemos que você pode!

___

Abraços

Neo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s