Veio…

insoneQuando me vi tendo de viver comigo apenas e com o mundo, você me veio como um sonho bom e me assustei. Não sou perfeito.

A riqueza que nós temos ninguém consegue perceber.

E de pensar nisso tudo… eu, homem feito, tive medo e não consegui dormir…

___

Neo

Da música de Renato Russo, traduzindo sensações vivas

Anúncios

Tanto…

Tanto tempo… nenhuma palavra…

O pulso que insiste em pulsar desiste de bombear a vida. Parece que o sangue congelou nas veias. Parece que o medo impregnou o ar e congelou o olhar que mantém o brilho apenas como um sinal de sobrevivência. É preciso fazer algo, reagir, gritar, escrever ou simplesmente continuar pulsando. É preciso continuar mentindo pra vida, inventando desculpas pra que ela continue sem fazer perguntas e pra que todo mundo se ajeite no seu espaço sem procurar respostas.

Pra que perguntar? Responder? Atender o telefone? Pra que inventar mais uma história? Pra que ouvir? Pra se encaixar no sistema, dizer que fazemos parte de algo? Algo o que? Nem percebo o tom da minha voz. Você percebe o tom da minha voz? Ah! Palavras. É como dizer que a saudade não tem remédio e que sobrenome da maioria é “Tédio”, com um T bem grande. Palavras são erros, e os erros são seus. Nem quero lembrar que eu erro também.

Mas não… não vá agora. Quero honras e promessas, lembranças e histórias. Somos pássaro novo longe do ninho…

Eu sei…

__________

By Neo

Citações: Legião Urbana, by Renato Russo.

Nada Demais…

De onde vem a indiferença temperada a ferro e fogo?

Quem guarda os portões da fábrica?

O céu já foi azul, mas agora é cinza. E o que era verde aqui já não existe mais.

Quem me dera acreditar que não acontece nada de tanto brincar com fogo…

Esse ar deixou minha vista cansada…

Nada demais.

________

Neo em fase “Legião”…

Imperfeito…

Muitos temores nascem do casaço e da solidão…

Há tempos tive um sonho. Não me lembro…

Os sonhos vêm, os sonhos vão e o resto é imperfeito…

_______

Renato Russo