Veio…

insoneQuando me vi tendo de viver comigo apenas e com o mundo, você me veio como um sonho bom e me assustei. Não sou perfeito.

A riqueza que nós temos ninguém consegue perceber.

E de pensar nisso tudo… eu, homem feito, tive medo e não consegui dormir…

___

Neo

Da música de Renato Russo, traduzindo sensações vivas

Ensaio…

De que jeito ficará?

Por onde foi cambalear quem deixou sem muro, grade ou portão a nossa solidão que nunca foi de passear

Desatina numa usina fabricando amor e se faz de morta por supor que é só um ensaio…

Sendo assim me resta então aproveitar delícias neste caos

Seguir enfim nas curvas desta espiral os improvisos que interessam mais

Enquanto eu for capaz de me surpreender….

___

Neo

Da música de Jay Vaquer

Hecatombe…

Quando você vem extrapolando minha escala Richter

E o tremor também vai soterrando meu discernimento

Quando mais ninguém procura nas fissuras de um passado

E a rotina tem que lidar com ferros retorcidos

 

Quando você vem desmoronando minhas estruturas

Pra dançar tão bem nos entulhos das lembranças vagas

Procurando alguém pelos resquícios do que foi vontade

Indo mais além nos escombros do que desejamos ser

 

Quando você vem extrapolando minha escala Richter

E o tremor também vai soterrando meu discernimento

Quando mais ninguém celebra nas ruínas daquele futuro

E a rotina tem que dizer amém

 

Quando você vem desmoronando minhas estruturas

Pra brindar com quem esquece das lembranças boas

Procurando alguém pelos resquícios do que foi covarde

Ficando aquém nos escombros do que evitamos ter

 

Haverá quem queira gastar a saliva pra destruir

Haverá quem queira lamber as feridas pra distrair

Haverá…

Cismo aguardar outro sismo

Presença hecatombe…

___

Neo

Da música de Jay Vaquer

2012…

Enfim 2012 começou no TOS. Um pouco tarde né, mas começamos…

Por aqui, tantos acontecimentos que fica as vezes difícil dividir a atenção… ou até mesmo ter atenção a mais alguma coisa que não seja o drama dos acontecimentos que me arrebatam com inúmeras surpresas que exigem adaptação constante.

Acho que toda esta correnteza tem me levado a novas águas e me feito pensar em saídas e soluções que ainda não encontrei. Mas continuo tentando, esperando, confiando e… amando.

Tudo é novo e tudo muito intenso. Do tipo de intensidade que faz faltar o ar…

Volto aqui tentando “colocar no papel” todas as coisas. Tentando transformar em palavras todos os sentidos e sentimentos.

Espero e desejo que para nós seja um ano cheio de coisas boas e marcantes.

Que tudo faça sentido pra vc!

E pra não perder o costume, deixo com vocês “How You Remind Me”, da Nickelback.

Um abraço!

E obrigado!

___

___

Neo

Todos os Sons #15

Oi gente!!

Quarta-feira, dia de Todos os Sons. Eu compartilho hoje com vocês a versão musicada da poesia publicada na segunda-feira, chamada A Canção, música linda com uma interpretação maravilhosa de Rick Vallen.

Então, tomara que vocês ouçam e gostem.

Abraços!

Neo

___

___

Todos os Sons volume 15, by Todos os Sentidos

A Canção…

De todos os amores que eu tive, só você está comigo onde estou.

Assim são as histórias impossíveis.

Só o tempo vai calar a minha dor.

De tudo que eu lembro e nunca houve, só você existe onde eu nunca estou.

E isso vive em mim como se fossem verdades que o tempo não levou.

Se você escutar a canção que eu fiz só pra te lembrar…

Vai querer perguntar quantas vezes eu tentei te encontrar… 

Deixe o seu coração vir a mim.

Tente ouvir o que eu nunca falei.

Faça planos que não mudam no fim

E esqueça o que estiver ao redor

Depois pense que já não estamos sós…

Se você escutar…

O que eu te quis cantar

Quis cantar

Cantar…

___

Neo

Da série: Mensagens para um grande amor… 

A Canção, Ricky Vallen

Todos os Sons #14

Oi gente!

Na segunda-feira publiquei um texto aqui chamado “A poesia”. Este belo texto foi extraído de uma música da banda Ataque Beliz. Esta banda, de Brasília, fez recentemente uma participação no programa Som Brasil e está trabalhando na produção do seu segundo CD, que promete muito. Além de conhecer a banda e gostar muito do som, recentemente também pude conhecer um de seus componentes, Thiago Jamelão, que é um baita músico e uma grande figura.

Então, hoje, apresento a vocês “A poesia” em sua versão original e musicada.

Espero que gostem!

___

___

Todos os Sons volume 14, by Todos os Sentidos